segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Cap. 23 - Moral estranha - Plano de aula e cartilha - O evangelho segundo o espiritismo

Mais um capítulo, dessa vez, o 23- Moral estranha.
Para essa aula, preparei uma cartilha, e uma trilha, onde os alunos eram presenteados com Bis (chocolate)

ABORRECER PAI E MÃE
 "E muitas gentes iam com ele, voltando-se Jesus lhes disse:- Se alguém vem a mim, e não aborrecer Pai e Mãe, mulher e filhos irmãos e irmãs, e ainda a sua mesma vida, não pode ser meu discípulo. (Mateus)

Ás vezes, seguir os ensinamentos de Jesus não é mole não. 
Quantas vezes uma esposa já brigou com o esposo  porque ele preferia ir pro trabalho do posto de manhã do que ficar com ela em casa?

Por isso Jesus disse nesse capítulo que muitas vezes nossos pais ficariam chateados e aborrecidos porque pra seguirmos a Jesus ás vezes teríamos de abrir mão de alguns momentos em família, ou de estarmos com nossa esposa ou esposo, mas que isso seria recompensado pois para seguir a Jesus as vezes é necessário abrir mão do que mais gostamos como dormir até mais tarde no domingo, ou ficar com os pais no domingo de manhã. 


DEIXAI QUE OS MORTOS ENTERREM SEUS MORTOS
Disse a outro: Segue-me; e o outro respondeu: Senhor, consente que, primeiro, eu vá enterrar meu pai. - Jesus lhe retrucou: Deixa aos mortos o cuidado de enterrar seus mortos; quanto a ti, vai anunciar o reino de Deus. (S. LUCAS, cap. IX, vv. 59 e 60.)

Nas épocas de guerras, muitos soldados abandonavam a suas famílias para ir para o combate e eles eram vistos como heróis por isso. Porque abriram mão do que mais amavam por um ideal, pelo seu país. O que Jesus quer dizer nesse capítulo é exatamente isso, que na vida temos que abrir mão do que mais amamos em busca de um ideal. Não significa que por estarmos longe os laços de amor vão ficar mais fracos, eles permanecem sempre. Porque a separação é necessária para o progresso do ser humano porque é na distância que temos noção do quanto aquela pessoa nos faz falta.
Sabemos que os laços de amor não são separados nem pela morte.
Os verdadeiros laços de amor vem de muitas outras vidas. Elas vem do espírito e não do corpo. Quem vive aqui na Terra acha estranho, mas na linguagem de Deus, é muito válido.

Relembrando as aulas passadas

Já aprendemos em aulas passadas que o reino de Deus NÃO é deste mundo. Então o que Jesus quis dizer é que o respeito aos mortos vai além de um velório, além de uma missa de sétimo dia, pois sabemos que isso é coisa do mundo corporal e que mesmo quando a pessoa morre, os laços espirituais que tivemos com ela NÃO FORAM ROMPIDOS.
Jesus falava mas muitas pessoas não entendiam o real sentido de sua palavra. Quando Jesus ensinava, Ele dizia pra que a gente não se preocupasse, que seguíssemos os ensinamentos de Deus porque o reino dele ainda não era aqui e que pra entrarmos no reino dele teríamos que renunciar a muitas coisas, inclusive a nossa família. Porém como os laços da alma são muito mais fortes do que as do corpo. O respeito aos mortos  vai além do que fazemos aqui na Terra.

Jesus explica que haverá lutas que serão ditas que é em seu nome, guerras em nome de religiões. Mas isso irá acontecer porque a cabeça do ser humano ainda é muito dura. Eles não entenderão o que eu quis dizer e farão tudo errado!
Tem pessoas de igrejas católicas que não aceitam espílitas, e pessoas de iglejas evangélicas que não aceitam crianças que frequentam centro espírita. Ou pessoas de igrejas evangélicas que não gostam que seus filhos vão em igrejas católicas. Essas são as divisões que Jesus disse que existiriam em seu nome

Fixação da aula

Trilha

Cartilha:

Capítulo 22 -Não separeis o que Deus juntou (plano de aula para crianças,com cartilha e atividades)

Mais uma cartilha. Dessa vez compartilho que trabalhei no capítulo 22-Não separeis o que Deus juntou.

Nesse capítulo quis trabalhar com as crianças que existem diversos tipos de relacionamentos, e que se eles forem realmente sinceros e com amor, para crescimento espiritual ele será forte. Mas que se o relacionamento for feito na base do interesse material, ele não durará muito. Atualmente os casamentos não são como os de antigamente. As pessoas se casam hoje, no impulso e daqui há 3 meses se separam (ex: Fábio Jr, Gretchen...). Essas pessoas não levam o casamento a sério, como uma oportunidade de reparação. É importante explicar para as crianças que o casamento é uma escola onde o casal aprende um com o outro porque namorar com uma pessoa é bom, mas quando você passa a viver com ela todos os dias, a coisa muda de figura. É na convivência que vemos os defeitos (deixar toalha molhada na cama, não dar descarga, mulheres perfeccionistas etc)

No casamento os casais tem que conviver um com o outro, tem que ter muita paciência porque conviver todos os dias não é fácil! Temos que entender que se o casal está junto é para aprenderem algo um com o outro e assim, evoluírem juntos! Só que quando o casamento é por interesse, sem amor, não é sempre que ele vai pra frente!

Quando Jesus nos diz que o homem e a mulher serão uma só carne, ele está dizendo, que os dois corpos serão um só espírito, ou seja, o que falta em um é complementado em outro. Através do casamento resgatamos a união com o nosso próprio espírito pois expressamos materialmente na “unidade do casal” a completude que já existe em nossa essência espiritual. Assim, quando aceitamos e perdoamos o nosso parceiro, estamos aceitando e perdoando a uma parte de nós mesmos. Quando nos apaixonamos por alguém estamos admirando  qualidades que já existem essencialmente em nós e que, por não estarem completamente desenvolvidas, a gente passa a admirar que o outro tenha essa qualidade. O “grande amor da nossa vida” não está, portanto, do lado de fora mas em nós mesmos.

O relacionamento (casamento) entre pessoas do mesmo sexo
Questionamento inicial sobre o tema:
Você considera uniões entre pessoas do mesmo sexo algo que não é de Deus? Ou algo errado? Explique a sua resposta:

Segundo a doutrina espírita, o nosso espírito não tem sexo, tem seu lado masculino e feminino, por isso que, um mesmo espírito que reencarna homem numa existência pode vir a ser mulher na outra.
Assim, o homem, necessitando de uma companheira do sexo oposto para complementar-se no mundo físico, mas a gente vê que em função do nosso espírito não ter sexo, podem existir uniões entre pessoas do mesmo sexo. 
Esse tipo de união não é considerada errada, pois amar não é errado, independente do sexo das pessoas que se amam. Mas existem países que não pensam assim, e ainda não aceitam o casamento gay. Mas não é errado, já que espíritos se unem para aprenderem uns com os outros, independente do sexo que eles têm. 

O divórcio
O divórcio é falado nesse capítulo como uma lei para separar legalmente o que já estava separado há muito tempo ou seja, aqueles uniões feitas por interesses financeiros, golpe da barriga, casamentos feitos com o objetivo de ficar com a herança do noivo ou o noivo que se casa porque a noiva é rica e famosa, onde não tem nadinha de amor, só interesse.
Como entendermos aqueles casamentos que começam com muito amor de depois viram um campo de guerra? Nesses casos, você acha que o divórcio seria a melhor solução?

Você acredita que os opostos se atraem?
Quanto mais difícil é para nós o nosso parceiro, maiores as nossas oportunidades de crescimento através da aceitação e do perdão, pois estaremos curando um maior número de nossas próprias negatividades num intervalo menor de tempo. Aquilo que chamamos de “casamento de resgate” ou “casamento cármico”, nada mais é que um curso intensivo de crescimento rumo à felicidade e completude que a todos nos aguarda.

Pessoas, por exemplo, muito “boazinhas” que são amorosas mas têm dificuldades de serem firmes e enérgicas quando necessário, atraem pessoas agressivas que são firmes mas não conseguem ainda expressar totalmente seu amor. Um expressa a sombra do outro. Todo agressivo é uma pessoa amorosa por dentro (mas que não tem coragem para expressar sua afetividade) e toda pessoas externamente “boazinha” é firme internamente. A reeducação através do casamento consiste justamente de, cada uma delas atingir um ponto de equilíbrio dinâmico entre o amor e o poder, entre a firmeza e a doçura. Essa é a mágica do casamento: homens e mulheres, agressivos e doces, dependentes e independentes, racionais e emocionais, responsáveis e aventureiros, se atraem mutuamente para aprenderem com as diferenças. Sem o percebermos o companheiro que escolhemos para o casamento nos complementa e nos reeduca não só com suas virtudes mas principalmente com aquilo que consideramos “defeitos” e que, nada mais são do que nossa sombra, do que um aspecto de nossa alma que negamos. O outro é o espelho da nossa alma, a expressão personificada de nossa própria sombra e vice-versa. 

Cartilha 

Dinâmica para fixação 1:
Eu montei uma trilha com meus alunos. A foto da trilha que montei fala de relacionamentos e como eles acham que os casais devem agir.
Aqui está a foto da trilha:


Para ajudar, aqui estão as imagens que usei para montar minha trilha. Porém você pode montar a sua ao seu jeito, com imagens de jornais e revistas



Sugestão de atividade 2:
Para fixar o que foi trabalhado no capítulo, levei noivinhos de papel para que as crianças recortassem e depois de pronto, poderiam levar para casa. 

Eu preferi cortar o coração em papel cartão, que é mais duro não cortei necessariamente o coração que vem no molde. Não recomendo que os noivinhos sejam impressos em papel sulfite, mas sim um papem mais grosso como o Credex, por exemplo. Comprei em papelaria papel de gramatura 180. Custa entre R$5.00 e R$9.00 o pacote com 50.

Esse foi o resultado da dobradura de noivinhos:





Espero que curtam a aula. Eu gostei muito.

Capítulo 20- Os trabalhadores da última hora (para crianças, e cartilha)

Olá! Compartilho uma cartilha que montei que explique de forma mais simplificada o capítulo 20 do evangelho segundo o espiritismo.
Comecei a cartilha com uma história em quadrinhos que encontrei na internet, porém eu tornei a escrever
de uma forma mais simplificada, de fácil entendimento para crianças. Sei que as crianças devem aprender palavras mais complicadas, mas sou a favor de uma linguagem um pouco mais popular, que facilite o entendimento delas ao conteúdo, ficando mais chamativo.
A história em quadrinhos do Trabalhadores da última hora, para uso individual está aqui:



Discutindo a parábola:
À primeira vista, parece que os operários reclamões tinham razão de reclamar contra o vinhateiro, já que eles trabalharam mais tempo que os últimos, que só tiveram uma hora de serviço. Só que esse é o raciocínio humano, é a nossa ideia de justiça que só considera o lado exterior das coisas. Os operários não tinham direito de reclamação, porque estavam recebendo o salário combinado na praça com seu patrão. Era o salário comum naquele tempo, para o trabalho de um dia. O senhor da vinha havia prometido pagar R$50 pra todo mundo e cumpriu sua palavra.
Não houve nenhuma injustiça da parte do proprietário da vinha. Ele quis pagar também os R$50, que era o salário justo, também aos trabalhadores da última hora, porque viu que o serviço feito por estes, mesmo que por uma hora de prazo foi feito com boa vontade, amor e cuidado. Ele considerou, não o tempo, mas, a qualidade do serviço feito.

Assim é a Justiça de Deus. Ela nos recompensará, um dia, na Eternidade, pelo trabalho que fizermos em favor do Reino de Jesus na Terra. A recompensa, porém, será dada, não em consideração ao número de horas de nosso serviço, nem à quantidade do mesmo. Deus olhará se ele  foi feito com boa vontade e não quem fez por mais ou menos tempo. Tem gente que faz trabalho solidário há anos e anos e não faz de boa vontade. E tem outros que podem ter começado semana passada, mas se fazem com amor, terá a mesma consideração por Deus. Deus não olhará o lado exterior, visível, nem o volume de nossas obras. Deus nos julgará pela qualidade de nosso trabalho, pela sinceridade de nossos atos, pela nossa boa vontade no auxílio aos outros, pelo amor, cuidado e dedicação com que cumprirmos nossas tarefas. 

Questionamento aos alunos:
Você acha que o dono da vinha foi sacana com os trabalhadores? Explique porque:

 Gosto muito de trabalhar testes com meus alunos então sugiro aplicarem o teste da boa vontade e é bom porque funciona meio que, como um momento de reforma íntima para os pequenos, onde eles podem analisar suas atitutes. Você pode aplicar o teste lendo e as crianças escrevendo numa folha, caso não possa imprimir, ou então montar numa folha e xerocar:

TESTE: VOCÊ TEM BOA VONTADE?
1- Você chega cansado da escola e sua mãe pede pra que você lave a louça pra ela. Você:
a-Ah nem mãe, to cansado...Posso fazer depois?
b-Mesmo cansado você vai lá lavar a louca. Sua mãe faz tanta coisa, cuida da casa, dos irmãos, deve estar até mais cansada que você.
2-Seu colega de classe pede pra você ajudar ele com o dever de casa. Você...
a-Não ajuda, pois sabe menos que ele
b-Mesmo estando com pouco tempo decide dar uma forcinha, contando que não tenha que contar todas as respostas pra ele
3- Você está no meio de uma conversa muito boa no bate papo do Face, e vê que sua mãe tá até o pescoço de coisa pra fazer. O que você faz?
a-Faço de conta que não tô vendo nada.
b-Ajudo minha mãe e depois volto correndo pro bate papo
4- SIM OU NÃO? Para você o que é melhor?
a-Falar sim só pra não magoar a pessoa e fazer o favor mesmo que de má vontade
b-Falar não não é ser chato, mas não somos obrigados a falar sim pra tudo e todos, ás vezes falar não é dar a chance pro outro tentar se virar.
5-Você acha que é melhor:
 a-Quantidade é melhor que qualidade
b-Qualidade é melhor que quantidade
Resultados:
Mais A
Você tem boa vontade pra fazer as coisas, mas sabe que nem sempre fazer tudo o que te mandam é sinal de boa vontade. Parabéns
Mais B
Você precisa trabalhar mais a suas atitudes, ter um pouco mais de boa vontade para com os seus amigos. Pense sempre em fazer com os outros aquilo que você gostaria que fizessem com você é a chave do reino de Deus! 

A cartilha que utilizei está disponibilizada aqui 

Capítulo 18 - Muitos os chamados e poucos os escolhidos - Cartilha simplificada

Eu estou tentando me organizar e postar as cartilhas que salvei no meu computador, quero muito colocar todas aqui! 

Quando dei essa aula, sugiro que mostre as rianças diversos tipos de roupas, pode levar em revistas, ou pegar roups em casas mesmo, roupas para diversas ocasiões, uma de festa, uma para praia, outra pro dia a dia e perguntar se as crianças sabem pra qual ocasião devem usar cada roupa daquela, se é certo usar uma roupa de festa pra ir a praia, e que eles expliquem por que não é apropriado, se é certo usar um maiô pra ir a um casamento. A partir disso, você poderá entrar na parábola do Festim de Núpcias.

'Falando ainda por parábolas, disse-lhes Jesus: O reino dos céus se assemelha a um rei que, querendo festejar as bodas de seu filho, - despachou seus servos a chamar para as bodas os que tinham sido convidados; estes, porém, recusaram ir. - O rei despachou outros servos com ordem de dizer da sua parte aos convidados: Preparei o meu jantar; mandei matar os meus bois e todos os meus cevados; tudo está pronto; vinde às bodas. - Eles, porém, sem se incomodarem com isso, lá se foram, um para a sua casa de campo, outro para o seu negócio. - Os outros pegaram dos servos e os mataram, depois de lhes haverem feito muitos ultrajes. - Sabendo disso, o rei se tomou de cólera e, mandando contra eles seus exércitos, exterminou os assassinos e lhes queimou a cidade.
Então, disse a seus servos: O festim das bodas está inteiramente preparado; mas, os que para ele foram chamados não eram dignos dele. Ide, pois, às encruzilhadas e chamai para as bodas todos quantos encontrardes. - Os servos então saíram pelas ruas e trouxeram todos os que iam encontrando, bons e maus; a sala das bodas se encheu de pessoas que se puseram à mesa.
Entrou, em seguida, o rei para ver os que estavam à mesa, e, dando com um homem que não vestia a túnica nupcial, - disse-lhe: Meu amigo, como entraste aqui sem a túnica nupcial? O homem guardou silêncio. - Então, disse o rei à sua gente: Atai-lhe as mãos e os pés e lançai-o nas trevas exteriores: aí é que haverá prantos e ranger de dentes; - porquanto, muitos há chamados, mas poucos escolhidos.

(S. MATEUS, cap. XXII, vv. 1 a 14.)'

Os que dizem Senhor, Senhor
        Não são apenas aqueles que dizem Senhor Senhor, que vão a igreja, ao templo, ao centro espírita toda semana, que vai entrar no reino do céu. Aquele que vai entrar, que vai merecer ir para o plano espiritual, são aqueles que realmente colocam em prática tudo o que é pedido no evangelho. Aqueles que são de um jeito, todo pomposo dentro dos templos e fora dele são mal educados, e egoístas. Esses não entrarão no reino dos céus porque Deus quer sinceridade de nós e não falsidade. E se formos de um jeito dentro da igreja e de outro fora dela, não é muito verdadeiro.
      Escutamos a bíblia. O evangelho...o pastor..o padre...As palavras de Deus. Mas se não fazermos bom aproveito dela, o conhecimento construído será como uma casa construída sobre a areia. O que acontece com ela na primeira chuva? Ela cai, porque a areia não é forte. Se as palavras de Deus entrar por um ouvido e sair pelo outro não teremos força suficiente para usar essas palavras no cotidiano e um dia cairemos por não termos uma boa base de conhecimento. Mas, se ouvirmos a palavra de Deus e usarmos para o bem, sabermos colocar ela em prática em nossa vida, nós seremos mais fortes, assim nossa vida será construída em uma base mais sólida. Por isso que  se nossa casa for construida nas pedras ela não vai cair. Porque se ouvirmos a palavra de Deus e ouvir de coração, e por em prática, seremos mais fortes e não seremos derrubados nas tempestades, ou seja, nas dificuldades da vida. A gente vai ficar balançado mas não vamos cair 

MUITO SERÁ PEDIDO A QUEM MUITO FOI DADO.
Questionar as crianças:
      'De quem você acha que será mais cobrado? Daquele que não sabe matemática, ou daquele que sabe matemática e tem preguiça ou simplesmente não se esforça pra ensinar aquele amigo que não é muito bom em matemática?'
        É isso o que o evangelho nos ensina hoje nessa lição. Que muito será pedido aquele que muito foi dado. Aquele que sabe o que diz o evangelho mas nem faz um esforcinho pra colocá-lo em prática,  estará bem mais encrencado do que aquele que é mau igual ao Pica Pau, faz um monte de coisa que não deve, mas que não conhece bem o evangelho. Porque o outro sabe mas não poe em prática enquanto o outro não sabe por isso não poe em prática.

A cartilha desse capítulo pode ser encontrada aqui:



segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Sugestão atividade para Dia dos Pais - Dobradura do Papai

Olá a todos!
Hoje, compartilho com vocês, mesmo que um pouco em cima da hora, uma sugestão bem fofa de atividade para o Dia dos Pais. É uma atividade com dobraduras que eu encontrei no último sábado, por isso que não postei antes. Eu adoro trabalhar dobraduras com minhas crianças, e eles curtem bastante, porque o resultado final fica muito interessante.
Por isso eu trabalhei com eles algumas dobraduras em homenagem ao papai. Vejam como fica.



Material necessário:
Tesoura boa de corte
Cola boa (pode ser para EVA, Isopor ou para tecido)
Ou Fita dupla face (também funcionou muito bem em algumas partes)
Impressões coloridas em papel mais durinho (pode ser Papel Credex, ou qualquer outro papel com uma gramatura um pouquinho mais grossa pode ser Gramatura 180, custa em média R$9.00 a folha com 50)
Cds ou DVD´s velho

Basta dar as crianças para que elas cortem. Olhando os modelos abaixo vocês verão que evitei de usar o Thank You pra suporte, então usei dvd velho, colamos papel cartão nele e colamos e colamos o bonequinho em cima do suporte, onde a criança poderá escrever algo e decorar.

Pai Moreninho




Pai Loirinho




Pai Sorridente




Pai Moreno Versão 2




Pai Negro




Pai caucasiano modelo 2



Papai personalizado (com rosto branco pra ser desenhado e colorido pela criança)

Achei esse aqui o máximo! Muito criativo, ele vem com a roupinha colorida, e o rosto e braços na cor branca para que a criança possa desenhar os olhinhos, o cabelo  de acordo com características de seu pai.



ROUPAS

Você poderá imprimir o rosto de um modelo, e escolher outros tipos de roupinhas. Aqui estão algumas sugestões.:

Apenas Roupinha Modelo 1



Modelo Roupinha Estampada (Tem violão, é para pai havaiano, mas tem muitos pais que usam roupa estampada ou que gostam de tocar violão, dá pra usar)




Modelo roupinha 2




Modelo roupinha 3




Passo a Passo

Aqui tem um passo a passo. Mas é muito simples de ser montado. O recomendado é que você monte um em casa para pegar o jeito, e leve pronto pra turminha ver e para que você não se perca na hora de explicar. Mas é muito fácil, minhas crianças já conseguem montar com muita facilidade e elas tem entre 9 e 12 anos. É recomendado que você imprima essa folha, pode ser preto e branco mesmo, para levar e dar um direcionamento para as crianças.



Eu amei o resultado, e as crianças também.

Posto aqui as fotos que tirei dos meus pequenos fazendo e como ficou depois de pronto.



Abraços

sábado, 3 de agosto de 2013

Capítulo 16- Não se pode servir a Deus e a Mamon (para crianças)

Hoje compartilho mais uma cartilha da minha aula sobre o Evangelho Segundo o Espiritismo. Estou trabalhando com crianças de 10 a 13 anos.

A aula é sobre o 16º capítulo do evangelho que falava sobre os bens materiais e o emprego consciente do dinheiro.

Recursos:
Cartilha
Jogo de trilha
Artesanato com cofrinhos
Uma caixa de Bis

Conteúdo da cartilha

"Nenhum servo, pode servir a dois Senhores, porque, ou odiará a um e amará ao outro, ou se afeiçoará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir, ao mesmo tempo, a Deus e a Mamon." São Lucas, Cap., V. 13)
E eis que chegando-se a ele um, lhe disse:
          _Bom Mestre, que obras boas devo eu fazer para alcançar a vida eterna?
          Jesus lhe respondeu:
          _Porque me chamas bom: BOM SÓ DEUS O É. Porem se tu queres entrar na vida eterna, guarda os mandamentos.
          Ele lhe perguntou:
          _QUAIS?
          E Jesus lhe respondeu:
          _Não cometerás homicídio; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; honra teu Pai e tua Mãe e amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
          O mancebo lhe disse:
          _Eu tenho guardado tudo isso desde a minha mocidade; que é que me falta ainda?
          Jesus lhe respondeu:
          _Se queres ser perfeito, vai e vende o que tens e dá-o aos pobres e terás um tesouro no Céu.
          O jovem ouvindo isto, foi-se embora muito triste, porque tinha grandes bens. E Jesus, disse aos seus discípulos:
          _Em verdade vos digo, que um rico dificilmente entrará no reino do Céu. Ainda vos digo mais, que mais fácil é, passar um camelo pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no Reino do Céu. (MATEUS, MARCOS E LUCAS)



Guardar-se da Avareza 

Então lhe disse um homem da plebe: Mestre, peça para meu irmão que reparta comigo a herança dele.
Daí, Jesus lhe respondeu: Homem, porque eu que tenho que pedir a ele que ele reparta com você suas riquezas?
Depois disse: Não seja tão  avarento, porque a vida de cada um não consiste no monte de coisas que você tenha.
E sobre isso lhes propôs esta parábola dizendo:
 "O campo de um homem Rico, tinha dado um montão de frutos, e ele um dia, começou a pensar o que ele faria pra guardar todos aqueles frutos. Logo ele teve uma super ideia: “Nossa! Eu tive uma ideia muito boa! Basta que eu derrube meu celeiro e construa um maior, pra por minhas frutas!”
 Mas Deus disse a este homem: Néscio, isso não está certo, meu filho. E as coisas que você juntou,  vai pra quem?? Não seria melhor você doar um pouco do que só pensar em ficar com tudo pra você?
 Assim é o que entesoura para si e não é rico para Deus." (LUCAS)


Obs: Como podem ver, nessa parte eu decidi transcrever todo a parte do evangelho por conter muitas palavras que as crranças geralmente não compreendem. Então adotei aqui uma linguagem mais popular, que tornasse mais fácil a compreensão da criança. E funcionou muito bem.

Depois cantamos a música de Zaqueu:


A história de Zaqueu
Baixinho como o quê
Contada no Evangelho
Veja você!
Queria ver Jesus
Por trás da multidão
Por mais que ele pulasse
Nada via não!
“Eu quero ver Jesus.”
Bradou quando Ele viu!
Na árvore ao lado
Na qual ele subiu!
O Mestre olhando chama
Zaqueu  para falar -
“Que a noite a casa dele vai pra jantar.”
“Que a noite a casa dele vai pra jantar.”


A parábola do mau rico
"Havia um homem rico, que se vestia sempre muito chique e elegante e fazia comida que dava pra alimentar toda a torcida do Cruzeiro e do Atlético!
          Havia também um pobre mendigo, chamado de  Lázaro, que tinha a pele machucada, que estava deitado à porta do ricaço.
Ele queria comer umas migalhinhas que caiam da mesa do ricaço, mas nenhuma pessoa dava as migalhas pro coitado! E os cães até lambiam suas feridas...Passaram vários anos e o mendigo desencarnou e foi recebido por anjos e espíritos de luz enquanto o rico acabou indo pro umbral. No final, o rico acabou sem nada e o mendigo que não tinha nada, teve tudo. O rico pediu socorro e misericórdia e responderam pra ele que antes, ele era rico e não doava nada, por isso estava pagando pelos seus pecados, afinal tudo tem sua causa e efeito enquanto o outro só sofreu na vida, mas aprendeu com seus erros.

O que a gente pode tirar dessa história?

A parábola dos talentos
Um rei muito poderoso chama três de seus servos e e deu a um, 5 talentos. (dinheiro) a outro 2 e ao outro deu 1; segundo a capacidade diferente de cada um. E partiu logo. O que recebera 5 talentos, foi-se e entrou a negociar com eles e ganhou outros 5.
          
Da mesma sorte o que recebeu 2, ganhou outros dois.
          Mas o que recebera 1 talento, preferiu enterrar ele na terra , daí retirou da terra e devolveria o dinheiro de seu Senhor.

         
 E passando algum tempo, o Senhor voltou e chamou-os para saber o que eles aprontaram com o dinheiro que ele deu.
          E chegando-se a ele, o que havia recebido 5 talentos, mostrou-lhe 5 a mais que havia negociado e disse: “Senhor, tu me entregaste 5; eis que aqui tens outros 5 que lucrei”.

        
  E o Senhor ficou feliz e disse: “Muito bem, servo bom e fiel nas coisas pequenas; vai ganhar um brinde muito bom!
         O que havia recebido 2 talentos e que também multiplicou-os, recebeu de seu Senhor uma boa recompensa.

         
 E chegando o que havia recebido 1 talento disse: “Senhor, sei que o senhor é um homem muito respeitável; eu fiquei com tanto medo de não conseguir multiplicar seu dinheiro que preferi enterrar ele, mas óh, ele está aqui, sujinho de terra, mais está aqui! Toma!
          O Senhor não gostou muito e respondeu:” Servo preguiçoso, Nem tentou multiplicar o dinheiro, que medroso. Não vai ganhar nada, me devolve o que é meu!”

Momento de meditação:
Como você vem usando os talentos que Deus te deu?
Se você ganhasse muito dinheiro o que faria com ele? Use a imaginação.
Deus recrimina quem é rico? Sim ou Não? Explique a resposta

O uso do dinheiro e a desigualdade das riquezas
 A riqueza é sem dúvida uma prova da mais perigosa do que a miséria, por suas conseqüências, pelas tentações que desperta, pelo fascínio que exerce; Pode nos tornar mais orgulhos, e egoístas. Mas pelo fato de dificultar o caminho, não se segue, que o torne impossível ao alcance daquele que dela saiba servir-se.
 Jesus quis dizer ao jovem, que o apego aos bens terrenos, seria um obstáculo para a salvação.
Não estabeleceu como principio único, que cada um deve despojar-se do que possui. Se a riqueza ocasiona muitos males, excita tantas paixões e provoca tantos crimes, deve-se culpar o homem que dela faz mal uso. Como abusa de todos os dons de Deus. Com o abuso, torna pernicioso, aquilo que lhe poderia ser útil.
Se a riqueza devesse só produzir o mal, Deus não a teria posto na Terra; cabe ao homem, dela sair-se bem. A riqueza é também elemento de progresso, porque sem ela não haveria grandes trabalhos, nem atividades, nem estímulos, nem descobertas etc.

Para dar essa aula, usei com a cartilha que está anexado abaixo.


A parte prática trabalhei um joguinho semelhante ao Banco Imobiliário.
No jogo as crianças trabalhariam para ganhar o seu dinheiro (valor do trabalho, elas não ganhariam o dinheiro em vão) e deveriam gastá-lo no jogo, poderiam fazer doações para casas de caridade, creches, asilos, poderiam comprar brinquedos, finais de semana no parque.
O jogo que montei também é parecido com aquelas trilhas (avance duas casas, volte três casas...) usei termos em que a criança poderia escolher entre ajudar alguém, dar esmola a um mendigo ganhar bônus horas ou comprar um Playstation 3 com o dinheiro que ganhou no jogo...essas coisas assim para que eles possam escolher o que fazer com o tempo vago. Foi muito legal.

Para isso é simples, basta usar um papel cartão ou cartolina e fazer quadrados ao seu redor  em seguida deixe a imaginação correr solta...
Sugestões:
1- Começo - Vamos trabalhar
2-
3-Receba pelo trabalho honesto - todos ganham seus salários
4-
5-Momento de dedicar um tempo para o próximo: escolha: ir ao centro espírita, ao hospital ou a creche fique uma rodada por lá ajudando e ganhe R$50 bônus horas
6- Volte duas casas
7-Ganhe um Bis
8-Você pode escolher: ir passear no parque (R$30.00) ou ir ajudar alguém (R$60.00bônus horas)
9-
10-
11-Responda a questão e ganhe um Bis: Qual a importância do dinheiro?
12-
13-Momento de desapego: Doe dinheiro para alguma instituição de caridade de sua escolha e ganhe R$30 bônus horas
14-Responda a pergunta e ganhe R$50.00 - Porque Jesus disse que é mais fácil um camelo passar por debaixo da agulha do que um rico entrar no reino dos céus?
E assim por diante...
Vocês podem fazer quantas casas quiserem...as crianças adoraram o jogo...Foi algo bem simples de fazer e barato, você só precisa comprar uma folha de papel cartão e escrever a mão mesmo.

Aqui, tirei umas fotos da trilha que eu fiz e usei na minha aula, como podem ver, feito a mão mesmo, mas as crianças AMARAM o jogo. Levei uma caixa de BIS para motivar eles, eles adoram...você pode fazer isso ou não. Se vc clicar poderá ver com mais detalhes


Mais detalhes do que eu escrevi:
 No jogo eu era o Banco, tipo, eu que distribuia o bônus horas, e eu que recebia o dinheiro das doações, por isso que na casa 4 eu coloquei "Me dê R$10 e ganhe uma tarde no parque de diversões". 



Aqui eh um Zoom nas coisas que eu coloquei como opções pras crianças comprarem. Industrias, computadores, aparelho de som, casas...

Também coloquei algumas imagens de atitudes de amor, onde as crianças poderão ganhar seus bônus horas: Hospitais, centro espírita, Mendigos... 


Como premiação, o vencedor ganhou uma sacola cheia de cofrinhos. O vencedor ficaria com um cofrinho e daria o resto para cada aluno. Depois eu deixei que eles personalizassem o cofrinho com adesivos, brilho. Eles deveriam levar o cofrinho pra casa para lembrarem da aula, e guardarem suas moedinhas. Eu paguei R$1.00 em cada cofrinho, na minha cidade.

 Para simbolizar o bônus horas usei como base uma nota de dinheiro que achei na web e depois com montagens fiz as outras cédulas. Sei que bônus horas não é dinheiro em si, mas para simbolizar usei uma cédula de dinheiro porém, adulterada.

No jogo, as crianças ganhavam bônus horas conforme escolhiam fazer boas ações sugeridas no jogo. Essa forma foi algo que pensei para que eles não esquecessem do termo, expliquei que o bônus horas é adquirido conforme doamos parte do nosso tempo para fazermos algo a Deus, de bom coração sem esperar nada em troca. Esse "bônus" que ganhamos conforme fazemos o bem nos ajudará após desencarnarmos. No jogo, eles não podiam comprar nada com p bônus horas recebido, nem podiam dar a ninguém, porque ele é ganhado por merecimento.

O dinheiro de verdade que eles ganhavam eles poderiam comprar "Bis", poderiam doar para os amigos, para trabalhar o desprendimento dos bens materiais e podiam comprar coisas que colei no cartaz (bonecas, bicicleta, videogame, um fim de semana no parque, sorvete, ingresso para algum show, tênis etc -para isso você poderá recortar de revistas ou imprimir coisas de revistas)
Aqui está o dinheiro que eu usei, imprimi em tamanho menor, e dei o valor igual pra cada criança.

A evangelizadora (professora) tb deve levar dinheiro a mais, para ter armazenado no banco. Afinal conforme as crianças vão respondendo, elas irão ganhar dinheiro.

Enfim, essa foi a aula que dei sobre o tema e foi bem legal, depois dessa aula, as crianças sempre me pediram pra que trouxesse mais jogos como aquele. E eu fiz outros, pretendo mostrar nos próximos posts.

Espero que a sugestão de recursos seja útil a alguém. Beijos.


segunda-feira, 8 de abril de 2013

História em quadrinhos sobre reencarnação

Uma história em quadrinhos de Maurício de Sousa sobre reencarnação. Pode ajudar em alguma aulinha!




Alfabeto para colorir (com destaque para as letras)

Olá pessoal! O post de hoje é diferente, mas resolvi postar assim mesmo porque não encontrei na web um alfabeto para colorir que desses destaque para as letras, e nem tanto para os desenhos, por isso tive de fazer um.
No desenho contém: alfabeto com letra maiúscula e minúscula, com letra cursiva e de forma, além do desenho pequeno. Para baixar é só clicar em cada imagem. Elas estão em tamanho grande.

Espero que ajudem.